<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, outubro 27, 2004

The beautiful game 

Não podia deixar de comentar sobre o clube, que, neste momento, me parece jogar o melhor futebol do mundo.
Lógico que a época ainda vai no seu início e tudo pode ainda mudar, mas noto um toque especial neste Barcelona.
Há alguns anos, com Cruyff (sempre o meu treinador preferido), o Barcelona enchia o Nou Camp com 120 mil adeptos quase todos os jogos.

Teria mais craques do que agora? Não. Simplesmente assumia um estilo de jogo em que não importavam os golos sofridos desde que marcasse mais que o adversário. Assisti a jogos inesquecíveis e, já com Figo, Hagi, Stoichkov, Laudrup, Romário, Guardiola e outros, ao melhor futebol de sempre.
Nos anos seguintes, ainda com Figo (para mim foi o melhor jogador do mundo em todos os anos que esteve em Barcelona) continuou a deslumbrar com Bobby Robson, Ronaldo e Giovanni.
O Barcelona será sempre, em potência, um clube de grande futebol. Nos últimos anos faltou o carisma, a liderança de um treinador e/ou jogador. Simples - o Barcelona ficou órfão de Figo. Parece agora libertar-se desse fantasma e encontrou em Deco (melhor jogador do mundo neste momento) e Ronaldinho o carisma perdido. Apesar do estado de graça, não me agrada a 100% o treinador, embora adepto do futebol ofensivo ao estilo holandês. Mas as conclusões e as contas deverão fazer-se no final...
Por enquanto vamo-nos deliciando com o futebol-arte-magia do Barça 2004/2005.

E mais não digo por agora...

Renascimento 

A partir de hoje, vou passar a colocar aqui os comentários que faço, às vezes para o site "Relvado.com", numa tentativa de reavivar a participação neste blog.
Meus colegas Ninja, Angel e Striker - ao trabalho!!!

sexta-feira, junho 25, 2004

Aguenta Coração!!! 


Uma equipa de dentes cerrados e cara feia mandou os ingleses de volta para onde nunca deviam ter saído...
Go home! Go home!
A vitória de quem mais quis ganhar e a derrota de quem não queria perder...

O Euro da transição entre as velhas estrelas que querem por força continuar a brilhar e as novas que já brilham mais do que as velhas...

Ricardo venceu os fantasmas e comeu bacon com ovos ao pequeno-almoço...sem luvas.

Como faz bem o banco a Rui Costa e como pode o Figo demorar tanto a sair quando se está a perder?
Como pode o Postiga marcar um penalty daqueles e quase provocar uma paragem cardíaca a um país inteiro???

Las dos orejas y el rabo
Portugal remató una gran faena en la tanda de penaltis.- Ricardo paró, marcó y salió por la puerta grande camino de semifinales

AS.com

Brevemente, faremos aqui a análise destes e outros temas, porque agora o tempo é de FESTA!!!!!!!
PORTUGAL, PORTUGAL!!!!!



quinta-feira, maio 27, 2004

Hoje sinto-me no céu! 




Que melhor que um poema para acompanhar esta imagem ?


DÚVIDA? NÃO. MAS LUZ, REALIDADE
E SONHO QUE, NA LUTA, AMADURECE.
-O DE TORNAR MAIOR ESTA CIDADE.
EIS O DESEJO QUE TRADUZ A PRECE.
SÓ QUEM NÃO SENTE O ARDOR DA JUVENTUDE
PODERÁ VÊ-LA, DE OLHOS DESCUIDADOS.
PORTO- PALAVRA EXACTA. NUNCA ILUDE.
RENASCE, NELA, A ALA DOS NAMORADOS!
DERAM TUDO POR NÓS ESTES ATLETAS.
SEU TRAJO TEM A COR DAS PRÓPRIAS VEIAS
E A BRANCURA DAS ASAS DOS POETAS...
Ó FÉ DE QUE ANDAM NOSSAS ALMAS CHEIAS!
NÃO HÁ DERROTAS QUANDO É FIRME O PASSO.
NINGUÉM FALE EM PERDER! NINGUÉM RECUA...
E A MOCIDADE INVICTA EM CADA ABRAÇO
A SI MAIS NOS ESTREITA. A PÁTRIA É SUA.
E, DE HORA A HORA, CRESCE O BALUARTE!
LEMBRO A TORRE DOS CLÉRIGOS, ÀS VEZES...
UM ANJO DÁ SINAL QUANDO ELE PARTE...
SÃO SEMPRE HERÓIS! SÃO SEMPRE PORTUGUESES!
E, AZUL E BRANCA, ESSA BANDEIRA AVANÇA...
AZUL, BRANCA, INDOMÁVEL, IMORTAL.
COMO NÃO PÔR NO PORTO UMA ESPERANÇA
SE "DAQUI HOUVE NOME PORTUGAL"?


PEDRO HOMEM DE MELLO


terça-feira, maio 25, 2004

Um desejo de vitória 



A expectativa apodera-se de mim agora que as horas são poucas para o início daquele que será sem sombra de dúvidas um dos jogos mais importantes para a história do Futebol Clube do Porto (F.C.P.) e porque não dizê-lo para a história do futebol Português.
Como adepto do F.C.P. tenho uma enorme confiança nestes jogadores que já demonstraram por diversas ocasiões que estão à altura da camisola que envergam e que quando se trata de jogar futebol estão entre os melhores executantes do mundo.
Diria que presentemente o F.C.P. possui uma equipa que independentemente do resultado do jogo que terá lugar amanhã na final da liga dos campeões, ficará na história do futebol Português como uma das melhores equipas de sempre.
A orientar este grupo está um treinador ambicioso que acima de tudo revelou ser um grande profissional e possuir uma forma inovadora de encarar o futebol.
Um misto de ciência e de crença na vontade psicológica de cada jogador que faz do indivíduo um valor seguro para o grupo, e como tal a equipa parece ter harmonia e confiança em todos os seus sectores.
Talvez aqui resida o segredo desta equipa que apesar de não ser de galácticos, é sem qualquer dúvida uma equipa de outra galáxia.
Por fim deixo uma palavra ao presidente Pinto da Costa que tem sabido, com a astúcia que lhe é reconhecida, levar este clube aos píncaros do futebol Europeu e porque não do futebol Mundial.
Espero que todos os Portugueses estejam amanhã com o F.C.P..
Sei que nem todos o farão, sendo que os respeito e que acima de tudo sei que não são hipócritas, mas aqueles que apesar de serem adeptos de outros clubes desejam amanhã a vitória do F.C.P., a esses, convido-os a um abraço de união para que amanhã o F.C.P. seja mais PORTUGUÊS!!!!

segunda-feira, maio 24, 2004

Leão ferido 

Hoje debruço-me sobre o meu clube do coração. Não o fiz antes porque nem sabia por onde começar. A verdade é que o Sporting fez mais uma época para esquecer a juntar à anterior que já tinha sido demasiado má. Por mais que se tentasse até ao fim esconder a realidade, o que é facto é que a ponta final do campeonato apenas confirmou o que eu já temia há muito.
Tento sempre ver as coisas um pouco mais além do que nos é dado pelos jornais, que tentam simplificar as coisas, como se o treinador fosse sempre o único culpado das derrotas. Nunca enveredei por esse caminho e não é agora que vou fazê-lo. Posso não ser um expert na matéria, mas percebo o suficiente de futebol para saber que o êxito de uma equipa não passa só pelo treinador.

Para mim, o insucesso do Sporting deve-se a um conjunto de péssimas acções directivas (entre as quais a escolha do treinador) desde há algum tempo. De facto, não se pode esperar uma grande época quando se vendem no mesmo ano dois jovens de 18/19 anos, potenciais craques de renome mundial como Cristiano Ronaldo e Ricardo Quaresma. E não me digam que não é possível segurá-los em Portugal e tretas do género. Diego e Robinho por exemplo, ainda não saíram do Santos e não faltam ofertas para os trazer para a Europa. É tudo uma questão de rentabilizar e vender na altura certa. Mas o que me irrita mais é que, depois de os vender por milhões, o Sporting não consegue comprar jogadores que os substituam ou pelo menos que disfarcem as lacunas evidentes. Não é o Clayton nem o Silva que os vão fazer esquecer...

Dirão que, hoje em dia, os clubes têm que ser geridos como empresas e o lucro está acima de tudo. Mas, se é assim, onde está o lucro destas acções? Que proveito tirou o Sporting de duas vendas milionárias? Se ainda os tivesse, talvez o estádio enchesse a cada jogo, talvez tivesse sido campeão, talvez tivesse passado mais que uma eliminatória da uefa...Talvez... Assim, acabou por fazer uma época que envergonha qualquer sócio e adepto.
A verdade é que, se não é possível voltar atrás, então que se corrijam agora os erros para não voltarem a acontecer e que se comece a pensar em jogar mais e falar menos. Basta de culpar o sistema, é preciso é garra, concentração e preparação para enfrentar uma época inteira e não só 2 ou 3 jogos.
E mais não digo por agora.

sexta-feira, maio 21, 2004

Fair-Play 




Mas esta imprensa anda toda a dormir ou quê?


segunda-feira, maio 10, 2004

O Adepto 

Como surge um adepto de um Clube ?

Todos os miúdos tem de ter um Clube, senão não sabem de que lado jogam, se não vão estudar coisas de betinhos … Normalmente escolhe-se o Clube do pai, até para evitar discussões em jantares familiares, ou um Clube do contra só para chatear. Se escolhemos o Clube do pai ele leva-nos à bola, se não diz logo não dou dinheiro para “vigaristas”.
Como qualquer “vírus” que provoca uma doença, o adepto é igual, até pode ser fatal pois ataca a cabeça e o cérebro durante 90 minutos ou mais dependendo dos jogos, porque durante esses 90 minutos não à lugar à razão. O futebol é algo que se entranha na pessoa para não mais sair, os homens padecem mais deste sindroma embora as mulheres também podem ser infectadas. Pode começar a gostar-se de futebol com idade adulta mas é muito raro e não é a mesma coisa.
No pico da doença, já não se vê futebol, quando é canto contra nós, já tapamos os olhos, tentamos desviar a bola com o olhar para dentro da baliza adversária enquanto pontapeamos a cadeira do vizinho da frente.
Isto é ser adepto !!!

sexta-feira, maio 07, 2004



4 DE MAIO DE 2004




A caminho de Gelsenkirchen !

A época do futebol-ciência 

Este ano temos assistido à derrota dos vencedores antecipados, à queda dos nomes feitos, dos craques/vedetas acomodados à sombra de títulos de outrora.
De facto, esta época (especialmente na Liga dos Campeões), Real Madrid, Manchester Utd, Arsenal, AC Milan e mesmo os recentes multimilionários do Chelsea vergaram-se à força, ao querer e à ambição quase sem limites de equipas notoriamente mais pobres e teoricamente mais fracas. O que terá corrido mal? Ou pelo contrário, o que terá corrido tão bem para os seus adversários?

Na minha opinião, nesta era da informação que vivemos, essas equipas e os seus jogadores tornaram-se, porventura, demasiado conhecidos. As suas jogadas típicas, as suas fintas, o lado para que preferem rematar, etc. Uma equipa que, mesmo com menos recursos, estude o seu adversário ao pormenor e conte com bons executantes de uma estratégia delineada quase em laboratório de modo a travar os pontos fortes do opositor, tem grandes hipóteses de vencer.
Pelo contrário, o que assistimos na eliminatória em que o Manchester Utd, treinado pelo carismático (e por mim muito admirado) Sir Alex Ferguson, foi quebrado pelo FC Porto, denota exactamente aquilo a que me refiro. O treinador escocês não se deu ao trabalho de estudar o seu adversário por pensar que este era apenas mais um no seu caminho imparável para os grandes embates que se avizinhavam com as supostas grandes equipas da Europa. Penso que não voltará a menosprezar nenhum adversário.´
Já Mourinho, que é, para mim, neste momento, o expoente máximo do futebol-ciência (digo-o com todo o à vontade até porque sou sportinguista), estuda de tal maneira as equipas com que vai jogar que chega a ser constrangedor ver um Manchester, um Deportivo ou um Lyon sem qualquer solução para surpreender o FC Porto.
Mesmo na chamada Superliga, duas épocas praticamente isentas de falhas em que todos os pormenores pareciam previstos, desde a gestão do plantel à gestão dos cartões, às compras em Janeiro para manter um leque de opções alargado, não deram qualquer hipótese à concorrência directa (Sporting e Benfica).
Aliás, penso que tanto um como outro clube (mas principalmente o Sporting, já que o Benfica tem outro tipo de problemas), deviam parar e reflectir no caminho a seguir. Para os investimentos realizados, um clube grande não se pode dar ao luxo de ter 2 épocas de total fracasso a nível interno e externo. É altura para cortar com modelos que estão ultrapassados e procurar um líder que incorpore um novo estilo de gestão moderno e, principalmente, científico, porque acabou a época do futebol-desenrasca.
E mais não digo por agora.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?